Manga recebe consulta pública para definição dos cursos que serão oferecidos pela Escola Técnica do Programa Brasil Profissionalizado

A população do município de Manga está sendo chamada a participar de uma consulta pública que vai definir os cursos que serão oferecidos pelo Programa Brasil Profissionalizado, a ser inaugurado com a conclusão da Escola Técnica Federal. O evento será nesta sexta-feira (20/05/16) às 14h, na Escola Municipal Padre Ricardo Tristchler/ CAIC, e contará com a participação do subsecretário de Ensino Superior, Márcio Rosa Portes; do diretor-geral do Instituto de Desenvolvimento do Norte e Nordeste de Minas Gerais, Ricardo Campos; do deputado estadual Paulo Guedes e do prefeito de Manga, Anastácio Guedes.

A Escola Técnica de Manga é uma das 13 unidades que estão sendo construídas em Minas Gerais numa parceria dos governos federal e estadual, por meio da Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (SECTES), da Secretaria de Estado de Educação (SEE) e da Universidade Estadual de Montes Claros (UNIMONTES). O programa envolve recursos da ordem de R$ 96 milhões, sendo R$ 33 milhões de investimentos do Governo do Estado até 2017. As prefeituras participam com a doação de terrenos e terraplenagem.

Com a construção das escolas profissionalizantes, o Governo do Estado pretende incentivar o ensino integrado com educação profissional, levando em consideração as vocações dos municípios e de suas microrregiões. O programa conta com a parceria da Secretaria de Estado de Desenvolvimento e Integração do Norte e Nordeste de Minas Gerais – Sedinor, e seu órgão operacional, o Idene, dentre outros órgãos do estado que têm participado desde a formulação de propostas de eixos temáticos e cursos técnicos que mais se enquadram nos municípios, sob uma perspectiva de desenvolvimento socioeconômico regional, até o acompanhamento da execução das obras de engenharia das escolas.

Cada escola técnica terá capacidade para atender 1.200 alunos. Para nortear as discussões da consulta pública em Manga, foram pré-selecionados pelo grupo de trabalho do programa alguns eixos. No Eixo Indutor – Controle e Processos Industriais, os cursos propostos são Técnico em Sistemas e Energia Renovável e Técnico em Mecânica. No Eixo Básico – Meio Ambiente e Saúde, os cursos pré-selecionados são Técnico em Enfermagem e Técnico em Agente Comunitário. Já no Eixo Básico – Recursos Naturais, a propostas são de Técnico em Agricultura e Técnico em Agropecuária.

Para o deputado Paulo Guedes, ao contribuir para a formação de novos profissionais em diversas áreas de atuação, a escola técnica vai garantir mais oportunidades e desenvolvimento. “Das 13 escolas técnicas que estão sendo construídas no estado, oito são no Norte de Minas. Isso, certamente, será um grande marco na educação profissionalizante. Ao propiciar à população acesso à formação qualificada em seus próprios municípios, o programa fortalece o mercado de trabalho e, consequentemente, o desenvolvimento regional”, disse o parlamentar.

Foto (créditos): Ascom/Prefeitura de Manga

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *