Cemig garante eletrificação de 12.500 propriedades rurais no Norte e Nordeste de Minas Gerais

A Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig) vai eletrificar 50 mil pequenas propriedades rurais mineiras que ainda estão no escuro, com um investimento de R$ 800 milhões. Desse total, 12.500 ligações serão feitas nas regiões Norte e Nordeste do estado. Em reunião com o diretor de distribuição da concessionária, Ricardo Charbel, nessa quarta-feira (13/07), o deputado estadual Paulo Guedes solicitou que a ação comece pelo Norte e Nordeste, onde o problema é mais crítico.

A falta de energia elétrica em comunidades rurais mineiras ganhou destaque após a divulgação de um vídeo nas redes sociais em que o deputado Paulo Guedes mostra o drama de cerca de 100 famílias das comunidades de Angical, Patos, Jardins, Cajueiro e Retiro dos Bois, entre Januária e Chapada Gaúcha, que sonham com a luz elétrica em casa. “É muito triste pensar que em pleno século XXI e depois de tantos investimentos feitos pelos governos Lula e Dilma, por meio do programa Luz para Todos, ainda temos tantas famílias sem energia elétrica em Minas Gerais”, lamentou o parlamentar.

O diretor da Cemig, Ricardo Charbel, informou que no próximo dia 27 será definido o cronograma para o início das instalações. Ele também garantiu que a empresa está dando agilidade na energização de cerca de 1.500 poços artesianos nas regiões Norte e Nordeste de Minas Gerais. São poços que foram perfurados há alguns anos e que não funcionavam por falta de energia elétrica, além dos que estão sendo perfurados pelo sistema Sedinor/Idene por meio do Plano de Urgência e Enfrentamento da Seca e do programa Água para Todos.

Participaram da reunião o secretário da Sedinor em exercício, Gustavo Xavier; o diretor-geral do Idene, Ricardo Campos; a liderança Mundinho e os vereadores Walter e Rony, de Chapada Gaúcha; o prefeito de Urucuia, Geraldo Anchieta; e o presidente da Associação dos Vereadores da Área Mineira da Sudene – Avams, Leonardo Pinheiro.

Sharing is caring!

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *