Futuro secretário quer Leite pela vida na merenda escolar

Reunião com donos de laticínios, em Manga.O Programa Leite Pela Vida poderá ser ampliado para a merenda escolar no Norte de Minas e Vales do Jequitinhonha e Mucuri, conforme compromisso do futuro secretário estadual de Desenvolvimento e Integração do Norte e Nordeste de Minas (Sedinor), jPaulo Guedes, durante reunião com os latícinios da região, na cidade de Manga. Ele tomará posse em 2 de fevereiro e anunciou que apresentará a proposta ao ministro do Desenvolvimento Agrário, Patrus Ananias, que em 2003 criou o programa Leite Pela Vida em Minas Gerais. Atualmente 150 mil litros de leite são distribuídos nas três regiões mais carentes de Minas Gerais.

O evento foi realizado a pedido dos laticinios, preocupados com o atraso do pagamento deste programa. O coordenador do evento, Marcos Macedo Narciso, solicitou um esforço concentrado do futuro secretário para no mês de janeiro serem pagos os meses de novermbro e dezembro. No dia 23, o Estado pagou o mês de outubro, aliviando a situação dos laticinios e mais de 5.000 pequenos produtores. O pedido é para Minas Gerais passar a entregar 200 mil litros/dia, em vez dos atuais 150 mil/litros.

O empresario Edvaldo Lopo Alkimim, de Manga, mostrou que o atraso estava inviabilizando o programa, pois muitos pequenos produtores estavam desistindo, por falta de pagamento. A proposta é que o repasse seja mensal e pode ser via laticinios. Além disso, foi pedida a ampliação da cota de 22 para até 100 litros/dia por produtor, como ocorria no ano de 2003. A baixa cota prejudica o programa, pois atualmente mais de 50% deixou de ser entregue.

O secretário a ser empossado,  Paulo Guedes, propôs uma reunião em Montes Claros, no mês de janeiro, com todos laticinios e representação dos pequenos produtores, com a possível participação do ministro Patrus Ananias, para discutir as mudanças e aperfeiçoamento do programa, visando garantir o pleno êxito. Neste sentido, acha viável introduzir o leite na merenda escolar, fortalecendo a cadeia produtiva do leite no Norte de Minas, pois a quantidade de alunos é bem alta.

Ainda na sua palavra, Paulo Guedes salientou que o Norte de Mimas tem um bom cacife com o governador eleito Fernando Pimentel e com a presidenta Dilma Rousseff, diante, inclusive, dos resultados apresentados nas eleições. Para Paulo Guedes, o resultado nas urnas é a resposta da população que quer continuar as mudanças que vem ocorrendo devido aos programas e ações do governo federal na região e que agora serão ampliados com o novo governo em Minas Gerais. “Esta sintonia será  para a região sair definitivamente do esquecimento que vinha vivendo”, declarou.

No caso da Sedinor, Paulo Guedes anunciou que ela será fortalecida, com orçamento mais robusto e ainda descentralizada, pois o processo de regionalização a ser implantado pelo governador Fernando Pimentel começará pela área mineira da Sudene, aproveitando a Secretaria Estadual. Guedes prometeu interceder junto ao governador para ser cumprido o pagamento em atraso do Programa Leite Pela Vida.

Texto: Girleno Alencar Soares

 

Sharing is caring!

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *