Paulo Guedes reassume mandato na ALMG

Depois de um ano e quatro meses à frente da Secretaria de Estado de Desenvolvimento e Integração do Norte e Nordeste de Minas Gerais – Sedinor, o deputado estadual Paulo Guedes reassumiu a vaga na Assembleia Legislativa de Minas Gerais – ALMG. O parlamentar discursou pela primeira vez depois de sua volta na terça-feira (10/05), quando falou sobre as ações realizadas no Executivo e sobre a retomada dos trabalhos no Legislativo.

No seu terceiro mandato como deputado e tendo em vista o conhecimento técnico e a experiência direta na administração pública, Paulo Guedes irá contribuir nos debates em torno da nova fase da reestruturação administrativa promovida pelo governador Fernando Pimentel. “Vim para somar e ajudar a conduzir a tramitação e a aprovação dos projetos. Tenho a experiência de três mandatos e estou muito confiante”, disse Paulo Guedes.

Para o parlamentar, a reestruturação da máquina administrativa se destaca como um dos projetos de maior importância da reforma. “Temos órgãos totalmente obsoletos que não atendem mais aos requisitos do serviço público. Por isso precisamos extinguir alguns setores e incorporar outros, com o propósito de melhorar a máquina pública”, explicou.

O deputado enfatizou que a própria Sedinor serve de exemplo para a reforma. “É a menor secretaria em número de servidores, mas é sem dúvida uma das mais importantes, porque atua no desenvolvimento de políticas públicas para uma região que foi esquecida durante anos por muitos governos que aqui passaram, que é o Norte de Minas e os vales do Mucuri e do Jequitinhonha, no Nordeste do estado. Uma secretaria dessa importância merece e precisa de uma melhor estrutura”, destacou.

Ainda sobre o período em que esteve na Sedinor, Paulo Guedes destacou a parceria com o governo federal, que está permitindo investimentos de mais de R$ 540 milhões na construção de cisternas, barreiros, barraginhas e sistemas coletivos de abastecimento de água, beneficiando mais de 500 mil pessoas que vivem nas regiões castigadas pela seca.

Resolver a questão da falta de água e de melhoria do abastecimento foi apontada pelo deputado como o grande desafio da secretaria. Segundo ele, em quase um ano e meio, o governo Pimentel conseguiu tirar do papel importantes programas que estão beneficiando a população, entre eles o que permite a perfuração de 482 poços artesianos, por meio do Plano de Urgência para Enfrentamento da Seca, que contempla municípios que decretaram situação de emergência devido à seca e à estiagem. A iniciativa também possibilitou a distribuição de cerca de 730 toneladas de sementes de milho, feijão e sorgo para apoio à agricultura familiar. “Além, disso fizemos parcerias com as associações e municípios e conseguimos fazer a distribuição de 49 tratores e implementos agrícolas, para o uso dos agricultores”, destacou.

Sharing is caring!

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *